Dividindo e multiplicando

Faz um bom tempo que não faço/e não me dedico em coisas que eu gosto. Eu acho que andei um tempo perdida entre o ser e o fazer – e na verdade essa sempre será uma vertente inconstante. Isso reflete tanto na minha vida artística!

Porque desse post? Eu gosto de desabafar escrevendo, registrar meus aprendizados e ideias. Anotar tudo! Mas, larguei de mão dos blogs da vida… O fato é que, o meu objetivo (desde o inicio do ano :s) é voltar a escrever. Sobre tudo que eu tiver vontade! E hoje eu quero registrar um pouco de como tenho me sentindo com meus estudos de arte, organização pessoal e velhas metas.

A minha vida com a arte sempre foi um caso sério – rs. Eu sempre desenhei, pintei, fiz artesanato, planejava construir coisas. Fiquei um bom tempo guardando isso só pra mim. Até que um dia, depois de muito tempo, comecei a me abrir para fazer da arte meu estilo de vida. Não tem dado tãooo certo! Sou autodidata – cheia de fases, e com uma imensa auto-crítica (principalmente com a minha arte). Ou era muito auto-crítica! Acredito que estou aprendendo a lidar melhor com isso. Me permitindo explorar mais, fazer as coisas apenas para testar e descobrir técnicas – e como eu gosto das coisas. Estou analisando mais meu processos criativo, o que me inspira de fato e como eu quero comunicar isso – e porque. No momento estou estudando técnicas com grafite – voltando ao básico – luz e sombra, experimentando. Assim que sentir que devo, começo a compartilhar meus estudos.

Eu preciso me organizar, tem tanta coisa que to querendo fazer. Colocar em dia sabe? Mas, o desânimo bate com as tentativas falhas ou falta de material. Isso é algo que to tentando aprender também, usar mais o que tenho em mãos. E entender/aceitar que tentativas falhas faz parte. Acho que muita gente passa por isso, sejam aquelas que estão começando ou, mesmo aquelas que estão há mais tempo na área. Começar a registrar as minhas fases, pensamentos e o que eu ando fazendo é um jeito legal de compartilhar com as pessoas, e receber um pouco do que elas quiserem me oferecer. Sinta-se à vontade em compartilhar suas dicas e aprendizados nos comentários.

fases

Você pode gostar

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>